Elaborar um projeto não se resume a beleza e conforto: hoje, utilizar materiais e técnica que causam menor impacto ao meio ambiente é um importante diferencial.

A banheira tem painel digital e válvula de escoamento automática, com um sistema que aciona e interrompe o escoamento por meio do volante situado na posição do cano de escapamento de água, evitando assim o desperdício. Uma solução para economizar é usar tintas na parede em lugar de revestimentos. Neste projeto, para delimitar a área da banheira, foi usada uma única parede verde, em tom cítrico, que se adequa bem ao estilo tropical do ambiente. No restante, cor branca acetinado.   As janelinhas redondas no painel de madeira tem fibra ótica e ilumina todos os círculos, utilizando apenas uma lâmpada. 

Na bancada do banheiro foi utilizado o eco silestone: superfície fabricada a partir de materiais que iriam para o lixo, como restos de vidro, garrafa pet e resina de milho.

Os metais e louças contêm um dispositivo economizador de água. Também possui um disco interno que ao girar limita a temperatura (economia energética).

A utilização de plantas deixa o ambiente com um clima tropical e alegre.

Projeto, Luciana Tomas; banheira modelo Georgia, Roca; tintas SW 6917 Nervy Hue e branco acetinado, Sherwing Williams

 

fonte: PortaldeDecoracao