contemporary-kitchen-design

A cozinha é um dos cômodos mais utilizados da casa, mas nem sempre é tão funcional como deveria. Os motivos são diversos: falta de espaço e de armários, excesso de eletrodomésticos e utensílios inúteis, a falta de objetos essenciais para a rotina diária ou ainda a falta de planejamento a partir das necessidades da família. Se estiver começando a montar, a decorar, a mobiliar e a equipar a cozinha do zero ou planeja uma reforma total, confira dicas para saber como deixá-la totalmente funcional e apta para o uso da família por bastante tempo.

Nível de Dificuldade:Moderadamente fácil

O que você precisa?

– Planejamento
– Armários de cozinha
– Eletrodomésticos
– Utensílios práticos

Instruções

  1. Se tiver a oportunidade de planejar a sua cozinha e mobiliá-la, o ideal é fazer isso com a ajuda de um arquiteto de interiores ou levar em conta a opção de construir uma cozinha modulada ou inteiramente planejada. Essa dica vale principalmente para casas com cozinhas pequenas ou americanas, que são bastante comuns atualmente. Assim, cada cantinho pode ser aproveitado da melhor forma possível para embutir o fogão, a geladeira e outros eletrodomésticos, armazenar todos os objetos que você possui e ainda obter um bom espaço de circulação.

  2. Na hora de projetar sua cozinha, lembre-se também de pensar nos materiais dos armários e nos acabamentos utilizados. Dessa forma, você garante que a mobília escolhida possa durar bastante tempo sem que os moradores enjoem. Além disso, caso tenha pouco espaço, opte por um planejamento inteligente do espaço, para que eles sejam utilizados em mais de uma ocasião. Por exemplo, adicione uma mesa de refeição retrátil, transforme um espaço vazio em nicho para garrafas e instale rodízios nos armários, para facilitar a retirada de panelas e utensílios. Há diversas soluções engenhosas para aproveitar o máximo de espaço possível.

  3. Chegada a hora de eleger que tipo de eletrodomésticos você quer para a sua cozinha, faça uma pesquisa detalhada, de acordo com as necessidades da sua família. Para começar, decida se serão da “linha branca” ou com acabamentos em aço inoxidável. Depois pense, por exemplo, na quantidade de pessoas que utilizará a geladeira e na periodicidade com que o fogão será usado para cozinhar. Assim, poderá saber se precisa mesmo de um fogão de seis bocas ou se um de quatro é suficiente, se faz falta um freezer ou uma geladeira “side by side” ou se uma geladeira comum atende às suas necessidades. Pensar no que você precisa ou não ajuda a dimensionar o espaço que será utilizado na cozinha pelos eletrodomésticos e com certeza economizará, na hora de comprar.
  4. É imensa a oferta de pequenos eletrodomésticos e utensílios para cada necessidade individual. Leve em consideração o quanto você precisa de cada um deles. Será que precisa de uma batedeira planetária, se assa bolos apenas uma vez por ano? E aquele forninho elétrico não ficará encostado, considerando que você já tem um micro-ondas e uma torradeira? Ou para que ter mil tipos de colheres diferentes? Considere o que é realmente indispensável ter na sua cozinha ou opte pelos multiprocessadores e utensílios multifuncionais. Assim, economizará espaço e dinheiro.

    fonte: ehow